São Camilo Sul - Bebê que nasceu com 685 gramas teve alta do HSF
20 de novembro de 2015 - 13:26

noticias

Bebê que nasceu com 685 gramas teve alta do HSF
Na semana em que comemoramos o Dia Mundial da Prematuridade (17/11), teve alta do HSF o pequeno Davi, nascido com 685gr

Na semana em que comemoramos o Dia Mundial da Prematuridade (17/11), teve alta do Hospital São Francisco o pequeno Davi, que nasceu pesando 685 gramas no dia 31 de julho.

Gisele Aparecida Lima que mora em Joaçaba, teve uma gestação tranquila, realizando os exames de pré-natal até que na 27ª semana desenvolveu pré-eclampsia, diabetes gestacional e infecção urinária.

“Fui para o hospital lá na minha cidade, e eles me transferiram para Concórdia, pois o meu bebê já estava em sofrimento. Não esperava que ele fosse nascer, achei que viria me tratar e voltar para casa”, disse.

De acordo com o médico especialista em Pediatria e Medicina Intensiva Pediátrica e responsável Técnico pela UTI do HSF, Daltro Schiavini, mesmo nos dias atuais, bebês com menos de 750 gramas de peso, classificados como prematuros extremos, ainda tem uma taxa de mortalidade girando em torno de 30%, claro que quanto menor o peso ou idade gestacional, essa taxa aumenta. “É fundamental que tente se evitar que os bebês nasçam prematuros. Principalmente com um pré-natal adequado, monitoramento de gestações com alto risco e no caso que o prematuro precise nascer, que seja em ambiente adequado, em hospital com UTI neonatal”, declarou.

Gisele relatou o que sentiu quando soube que o seu filho iria nascer e como foi os primeiros dias:

Não sei o que senti quando me levaram para a cesárea, passa tanta coisa na nossa cabeça, ele era muito prematuro, eu só chorava.

Quando vi ele a primeira vez, senti um amor sem explicação, mas o tamanho dele me assustou, nunca tinha visto um bebê tão pequeno.

Só consegui vê-lo na CTI Infantil depois de três dias, levei um susto, ele era tão pequenino, magrinho, mas o amor e a vontade de levar ele pra casa me motivaram. “Em nenhum momento passou pela minha cabeça perder ele. As vezes nem escuta o que os médicos falavam, pois um prematuro pode ter diversas complicações, eu precisava estar forte”.

Davi ficou 100 dias internado entre UTI Neonatal, Infantil e Berçário, antes de ir para o quarto no dia 08 de novembro.

Dr. Daltro explica que bebês prematuros tem um longo e difícil caminho pela frente. São literalmente meses de tratamento hospitalar, complicações durante esse processo não são raras, e o risco de que mesmo quando sobrevivem, algumas sequelas infelizmente são bem comuns, como a retinopatia da prematuridade (pode levar à cegueira) e lesões de sistema nervoso central (atrasos, paralisia cerebral, hidrocefalia principalmente). “Felizmente em nossa cidade, contamos com um serviço de qualidade, tanto as taxas de infecção, quanto de mortalidade são equivalentes ou melhores que os principais serviços especializados. Espero que tenhamos cada vez mais resultados positivos e muitas histórias iguais a essa divulgadas”, finalizou.

 

Gisele e Juliano, esposo de Gisele fizeram questão de agradecer. Nunca pensamos que seríamos tão bem atendidos aqui no Hospital São Francisco. Além de cuidarem de mim, salvaram a vida do nosso filho Davi, não temos como agradecer a todos os médicos que nos atenderam, ao pessoal da enfermagem, limpeza, copa, enfim a todos que tantas vezes nos deram abraços sinceros passando forças e esperanças.

“O hospital está de parabéns por toda a equipe que possui. Agora estamos muito ansiosos para ir para casa, nossa família está a muito tempo nos esperando”, fala emocionada a mãe.

 

Saiba mais:

A equipe da UTI Infantil e Neonatal do Hospital São Francisco é composta por:

3 médicos pediatras, 1 pediatra intensivista, 1 enfermeira coordenadora, 04 enfermeiros assistenciais, 17 técnicos de enfermagem, e 01 escriturária que tem a disposição todos os serviços que o HSF dispõe como diagnóstico por imagem, laboratórios e especialistas.

O setor possui atendimento de médico e enfermagem 24h.

Em 2015 a UTI Infantil e Neonatal recebeu 155 pacientes, destes 124 (média) eram prematuros (abaixo de 37 semanas de gestação).

Notícias Relacionadas
Fale Conosco:
49 3441-4900
Copyright 2015 - Todos os direitos reservados - o2.ag  |  Webmail